quinta-feira, 2 de abril de 2009

Dicas importantes quando se vai adotar um cão

Dicas simples e super importantes para quem quer adotar um cãozinho como melhor amigo.

Se você optou por adotar o seu cão, aqui vão algumas dicas simples que você pode fazer na hora de adotá-lo para ver as reações dele e prever com pouco erro o seu comportamento. Mas não é em qualquer abrigo que você vai ter oportunidade de fazer estes testes. Por isso vá com calma, segure sua ansiedade e seu coração e procure uma oportunidade para ficar à parte com o "candidato" a ser seu melhor amigo, e faça os seguintes testes:

1) Abaixe-se em frente à ele e encare-o. A melhor resposta é ele encará-lo diretamente de volta sem esboço de reação. Se ele desviar o olhar é porque ele é submisso. O que não é um grande problema, mas você vai precisar lidar com um cão um pouco mais medroso, e então terá que estar disposto a tirar esse medo porque não é saudável cultivar o medo de um cão; 

2) Leve com você um petisco bom (sugiro um biscoitinho Biscrock ou petiscos da Hill's que eles adoram) e pergunte antes se você pode dar. Então ponha no chão em frente ao cachorro. Enquanto ele estiver comendo aproxime o seu pé do petisco. Esteja de tênis para o caso dele responder agressivamente. Você não poderá aceitar se ele rosnar. A resposta ideal é você conseguir tirar o petisco de volta sem que ele reaja agressivamente, mas sim com naturalidade;

3) Um teste muito importante é você sair do ambiente em que estava com o cãozinho e deixá-lo sozinho um pouco. Isto serve para testar se ele tem ansiedade de separação. Se é capaz de ficar sozinho. Afinal você vai ter que sair de casa e ele terá que ficar algumas vezes sozinho. Um cão que sofre de ansiedade de separação não tolera ficar sozinho e não vai aceitar que você o deixe em casa, chorando, uivando e trazendo problemas com os vizinhos (caso more em apartamento);

4) Outro teste super importante (principalmente se for filhote e você puder segurá-lo) é virar o cãozinho de barriga para cima, acariciando o seu peito e barriguinha. O ideal é que ele permita que você faça isso tranquilamente, mostrando que o reconhece como seu líder e que é um cãozinho submisso. Caso ele não aceite e se desvire, mesmo com seus carinhos na barriga, ele estará mostrando que é o dono do pedaço e que, a princípio, não aceita ninguém como líder. Aí então prepare-se com uma dose extra de paciência e treinamento. Ele mostra que não é um cão submisso e que será meio cabeça dura para entender suas ordens.

Boa sorte! E parabéns pela escolha legal de adotar, e ainda por cima um adulto! Cães adultos sofrem mais pois têm que encarar muitos preconceitos e acabam sobrando nos abrigos, e isso não é justo. Fique tranquilo que há também muitas vantagens em se adotar um adulto! Postarei logo que puder sobre esse assunto.
A Administradora

Um comentário:

Larissa disse...

Muuito bom saber disso... Vou até fazer um post falando sobre esse seu...
E eu estou esparando pela sua história com Helena, ok? ;D
Beijnhos =*